Provérbios, adágios, dicas e outras verdades (ou boatos?) sobre empregadas evangélicas

Uma empregada evangélica poupa o pé-de-meia familiar

Uma empregada evangélica é uma bênção para o orçamento familiar, porque além de ser sincera e não querer nada para si mesma o marido ou os filhos mais velhos não precisam
mais levar o seu dinheiro para os puteiros. Uma empregada evangélica é uma bênção para o orçamento familiar, porque além de ser sincera, limpinha, dedicada e obediente e não querer nada para si mesma, o marido e os filhos mais velhos não precisam mais levar o seu dinheiro para os puteiros.

Procuram-se empregadas evangélicas boas, dedicadas e obedientes 


Uma empregada boa e obediente é uma bênção para toda a família.

A submissão perfeita é o nosso supremo adorno

Uma empregada evangélica em casa economiza as saídas para puteiros.

Se meu patrão quer que eu seja uma santa, vou ser uma santa, e se ele quer que seja uma puta, vou ser uma puta. E se ele quer que seja uma santa e uma puta ao mesmo tempo, vou também obedecer. Essa é submissão de uma empregada boa.

“Se meu patrão quer que eu seja uma santa, serei uma santa, e se ele quer que seja uma puta, serei uma puta. E se ele quer que seja uma santa e uma puta ao mesmo tempo, vou também obedecer. Essa é submissão de uma empregada boa.”

"Se minha patroa quer que eu seja uma santa, vou ser uma santa, e se ela quer que seja uma puta, vou ser uma puta. E se ela quer que seja uma santa e uma puta ao mesmo tempo, vou também obedecer. Essa é a submissão de uma empregada boa."

Empregadas evangélicas são sinceras, limpinhas, meigas, dóceis, obedientes e dedicadas.

Empregadas evangélicas são sinceras, limpinhas, meigas, dóceis, obedientes, dedicadas, depiladinhas e molham fáceis.

Trabalhadoras, limpinhas, submissas

Ser punida pelo patrão te dá a chance de refletir e de virar mais limpa, mas submissa e mais bonita, porque um espírito bom, manso e meigo agrada ao Senhor e Ele cuidará de seus dons.

Leia a Bíblia, obedece em tudo ao seu patrão, seja trabalhadora e limpinha. Assim você será uma bênção para muitos.

Uma empregada que mora com seus patrões não pode ser segredos. Ela é como uma segunda esposa e deve tudo ao seu patrão. Em troca deve oferecer tudo, que ela tem ou sabe fazer.

Um patrão que camufla a bucetinha se sua empregada com uma calcinha é como um motorista que coloca um pano sobre a estrela de seu Mercedes.

Uma empregada boa é ao mesmo tempo faxineira, cozinheira, babá, cadelinha, puta e secretária.

Seja uma bênção.
Seja limpinha.
Seja submissa.
Seja gostosa.
Seja mulher.
Uma menina simples, sincera e submissa é capaz de ganhar o coração do patrão mais mal-humorado, enjoado e mau.

Se seu salário é pequeno ou foi cortado ou não é pago devidamente não reclama, mas mostra sua submissão e dedicação para o patrão se alegrar de seu trabalho e um dia aumentar seu salário de boa vontade.

Uma empregada que não chupa é como um pássaro que não canta.

Uma empregada que não transa é como um padeiro que não faz pão.

A buceta de uma empregada boa é como uma flor para as abelhas

Mostra todos os dias que você e submissa, boa, limpinha, sincera e dedicada

Espiritualidade gera fé, fé gera brandura, brandura gera amor, amor gera submissão, submissão gera verdadeira paixão

Submissão não é fraqueza mas fruto de um espírito manso, dócil e bom

Uma empregada evangélica não terá segredos diante de seu patrão mas confia plenamente nele.

Empregadas evangélicas: Limpinhas, sinceras, trabalhadoras, confiáveis, depiladinhas, meigas, dóceis, dedicadas e submissas. Uma bênção para sua família.

Uma empregada evangélica não reclama quando ela recebe uma surra ou outro castigo merecido, mas reflete como pode futuramente agradar melhor aos seus patrões.

Uma empregada evangélica não reclama quando é obrigada a ser uma puta para o seu patrão, mas trata em tudo ser obediente e boa.

Uma empregada evangélica não reclama quando é punida mas respeita a decisão de seu patrão.

Uma empregada evangélica respeita o dedo de seu patrão em qualquer lugar de seu corpo.

Lembra o provérbio: O dedo do patrão é a felicidade da empregada evangélica.

Lembra o provérbio: O dedo do patrão no cuzinho é a felicidade da empregada evangélica.

De um coração sincero e bom brotam amor, dedicação e submissão

Verdadeiro amor, submissão e educação brotam de um coração limpo, sincero e bom de uma menina simples, meiga e dedicada

"Sou evangélica e obedeço em tudo."

“Minha bucetinha já não é minha mas de quem me sustenta, educa e me abriga.”

De saia sem calcinha você será sempre mais feminil, acessível e limpinha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário