Agradece sempre aos seus patrões pela boa educação que você recebe.



Agradece ao seu patrão e a quem te inflige a punição pela lição e boa educação. Não faça como as meninas do mundo, que gritam, reclamam, batem o pé e tentam botar sentimentos de culpa em seu patrão ou em quem as puniu. Uma surra ou outra punição é um momento de reflexão e limpeza espiritual para você. Um momento para virar ainda mais branda, meiga, prostrada e submissa. Com tal atitude você vira cada vez mais bela e alegrará ao seu patrão cada vez mais com seu corpo.
Se o patrão te pergunta, quantas tapas ou chibatadas ou açoites você merece ou quer ter ou acha por bem, pensa em qual número ele deve pensar e fala este número. Na dúvida coloca uns dez ou vinte à mais.
Durante a punição pode gemer e chorar. Tenta se mexer de um jeito mais libidinoso para alegrar ao seu patrão.
Depois da punição caia aos pés de seu patrão ou seviciador e agradece lhe de coração. Assim todos vêem que você é meiga e boazinha e tem um coração bom.













A puta evangélica Petala Parreira mostra na prática o que é mostrar gratidão pelos tapas que recebe



Nenhum comentário:

Postar um comentário